יום רביעי, 6 באוקטובר 2010

DA FALTA DE EDUCAÇÂO DOS DEUSES EDUCATIVOS

há quem diga que hoje se ensina pior do que nas
idades de ouro...

no entanto tal como hontem, no ensino hoje, há vários sistemas de se fingir que se ensina, é possível que vejamos reintegrado na sua glória e esplendor o ensino de outrora
ensinava-se geralmente à pancada e ao insulto, pois se a história insiste em constituir-se por uma série indefenida de revoluções e reacções

êle, o ensino, voltará à velha didática da palmatoada e do puxão de orelhas, que convenhamos deveria ser aplicado já num curso de aperfeiçoamento de alguns professores
homens velhos, mas mestres ainda por fazer...
Agostinho de Campos
(ex-Director da falta de educação dos professores 1906-1910)



Quando falamos em ética ou moralidade, associam-se estes termos às formigas do Boris Vian, são os homens formigas subjugadas pelas ideologias, ou são as formigas subjugadas pelo ateísmo?

Eis a questão

Pressupomos que os juízos morais se baseiam no pensamento religioso e como tal não fazemos distinção entre juízos morais e juízos religiosos, DEUS quis que as formigas ficassem fechadas entre duas ripas e a tal se chamasse formicário, mas tal é falso, os ateístas subjugam formigas, tal como os religiosos subjugam os seus crentes.


Ou seja, juízos morais que se baseiam no pensamento religioso, e simples juízos morais que se baseiam, sobretudo, em factores culturais, são muitas vezes confundidos....aprisionar formigas é moral porque Deus fez o homem senhor subsidiário da criação
assim um capataz da criação
mas para os preversos ateistas, aprisionar formigas é moral, porque se perderam as asas já fornicaram e senão são virgens como maria pode-se fazer com elas o que se quiser, inclusive perdê-las no micromundo
controlado por um aspirante a deus.

Micro cosmos cheios de formigas que adorem o fornecedor do maná.
Pois, porque um formigueiro (vulgo fornicário)tem de ser fornecido de vitualhas, uma vez que lhes é vedado o acesso ao exterior.

No entanto, até que ponto são possíveis juízos morais com fundamento ateísta?
Poderão ser estes juízos verdadeiros ou apenas aceitáveis para aqueles que acreditam na ateização?
Em suma, qual é a relação entre o ateismo destruidor e escravizador de formigas e a moralidade?

E se existir evolução dos ateistas para presidentes ou semi-deuses formicicidas, podemos afirmar que todos os juízos morais se baseiam
na falta de fé?

e não dirão as formigas
אלי אלי למה עזבתני ēlî ēlî lamâ (lamâ) azavtanî
להי אלהי למא שבקתני ēlâhî ēlâhî lamâ šabaqtanî

e não dirão os alunos?
אלי אלי למה עזבתני ēlî ēlî lamâ (lamâ) azavtanî
להי אלהי למא שבקתני ēlâhî ēlâhî lamâ šabaqtanî

2 comments: